segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

ATUAL COMANDANTE

MAJOR MARGARIDA BRANDÃO FERNANDES, NATURAL DE NATAL, NASCIDA A 22 DE FEVEREIRO DE 1972, FILHA DE JOÃP BOSCO FERNANDES E DE VILMA BRANDÃO FERNANDES. INGRESSOU NA PMRN NO DIA 11 DE SETEMBRO DE 1990, NA GRADUAÇÃO DE SOLDADO PM FEMININO, COM O NÚMERO 90190

sábado, 30 de janeiro de 2010

HISTÓRICO


A governadora VILMA DE FARIA instalou no dia em 20 de janeiro de 2009 a COMPANHIA INDEPENDENTE DE PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS (CIPRED), da gloriosa e amada Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, criada Decreto Nº 21.002, de 31 de dezembro de 2008 , que teve como primeiro comandante o Capitão PM Feminino MARGARIDA BRANDÃO, nomeada através da Portaria nº 035/2009-DP de 09 de janeiro de 2009. O primeiro subcomandante da mesma foi o Capitão QOPM ARTHUR EMÍLIO MONTEIRO DE ARAÚJO. A CIPRED foi a primeira unidade das Polícias Militares do País com o objetivo específico de prevenção ao uso de drogas. A CIPRED teve efetivo inicial de 50 policiais militares e atende 23 municípios potiguares. A CIPRED É A PIONEIRA DO BRASIL

DECRETOU QUE CRIOU A CIPRED

DECRETO Nº 21.002, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2008.
CRIA A COMPANHIA INDEPENDENTE DE PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS - CIPRED NA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - PMRN.
O VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE NO EXERCÍCIO DO CARGO DE GOVERNADOR, no uso das atribuições que lhe confere o art. 64, V e VII, da Constituição Estadual, e com fundamento no art. 46 da Lei Complementar Estadual n.º 90, de 4 de janeiro de 1991,
D E C R E T A:
Art. 1° Fica criada a Companhia Independente de Prevenção ao Uso de Drogas - CIPRED na estrutura organizacional da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte - PMRN, como Órgão de apoio subordinado à Diretoria de Ensino da Corporação.
§ 1º O Organograma e o Quadro de Organização da CIPRED estão previstos nos Anexos I e II deste Decreto.
§ 2º A CIPRED é sediada em Natal/RN e atua no território do Estado do Rio Grande do Norte, competindo-lhe:
I - desenvolver atividades de prevenção ao uso e tráfico de drogas no Estado por meio de ações educativas junto a crianças, adolescentes e respectivas famílias; e
II - colaborar com as demais Unidades Operacionais da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte e outros componentes do Poder Público, bem como da sociedade civil na execução de atividades relacionadas à área de atuação da Companhia.
Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal, 31 de dezembro de 2008, 187º da Independência e 120º da República.
IBERÊ PAIVA FERREIRA DE SOUZA
Agripino Oliveira Neto
BG 001,DE 2 DE JANEIRO DE 2009

COMPETÊNCIA DA CIPRED


I - desenvolver atividades de prevenção ao uso e tráfico de drogas no Estado por meio de ações educativas junto a crianças, adolescentes e respectivas famílias; e
II - colaborar com as demais Unidades Operacionais da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte e outros componentes do Poder Público, bem como da sociedade civil na execução de atividades relacionadas à área de atuação da Companhia.

MARGARIDA BRANDÃO FERNANDES - 1º comandante da CIPRED

Capitão PM Fem. MARGARIDA BRANDÃO FERNANDES, natural de Natal, nascida a 22 de fevereiro de 1971, filha de João Bosco Fernandes e de Maria Vilma Brandão. Ingressou na Polícia Militar no dia 11 de setembro de 1990, na primeira turma de soldado feminino formada pela Polícia Militar. Ela era a soldado PM feminino número 90190, posteriormente galgou o posto de 2º tenente PM, em seguida, a de 1º tenente e atualmente no posto de Capitão. Foi nomeada através da Portaria nº 035/2009-DP de 09 de janeiro de 2009

PROERD, LIVRANDO CRIANÇAS E JOVENS DAS DROGAS


O Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (PROERD) é uma iniciativa em nível nacional bem aceito pela comunidade, pois traz em seu arcabouço uma proposta de cunho social e educativa. Na linha pedagógica do programa, proporciona-se principalmente às crianças e jovens estudantes de escolas públicas e privadas, importantes informações acerca de males trazidos pelo consumo de drogas, mostrando-os que seu uso causa dependência, gerando efeitos nocivos e mortais ao organismo humano, além de exemplificar as condutas infracionais decorrentes do consumo de tais compostos químicos ou orgânicos, mas não é tão somente isto.
De acordo com a CIPRED, Companhia Independente de Prevenção ao Uso de Drogas o PROERD é um programa de caráter social preventivo, posto em prática pela Polícia Militar, junto aos alunos do quinto ano que se encontram na faixa etária de nove a doze e dos adolescentes do sétimo ano, na faixa etária de doze a quatorze. Segundo a Companhia, o programa é aplicado nas escolas da rede de ensino público e privado, através do esforço cooperativo entre Polícia Militar, Escola e Família, oferecendo atividades educacionais em sala de aula, que inserem nas pessoas a necessidade de desenvolver as suas potencialidades, ajudando a preparar para o futuro uma geração consciente do exercício da cidadania.
O PROERD também oferece um curso especifico a família. É desenvolvido em cinco encontros, uma vez por semana, durante duas horas. Tem como objetivo capacitar os pais a ajudarem os filhos a fazerem escolhas positivas. Nos encontros são discutidas informações acerca de fatores de risco e proteção, redes de apoio, resolução de conflitos, técnicas de comunicação, entre outros temas não menos importantes.
No Estado do Rio Grande do Norte tamanha a relevância deste programa social que a Policia Militar criou a Companhia Independente de Prevenção ao Uso de Drogas CIPRED que na atualidade é comandada pela Major PM Margarida Brandão Fernandes, também coordenadora do programa PROERD. Desde a criação no Estado do Rio Grande do Norte, já foram formadas milhares de crianças e adolescentes que têm consciência dos problemas oriundos do uso de drogas e que certamente, diante das atividades desenvolvidas, afastaram-se desse grande mal que aflige nossa sociedade cotidianamente e tem sido um problema à nível nacional onde somente medidas repressivas e de endurecimento da lei não tem surtido muito efeito.
Pode-se perceber que programas e projetos dessa natureza, trazem a Policia Militar para mais próximo da sociedade civil organizada, lócus de suas atividades de polícia. Consideramos que programas dessa estirpe, assim como os de guarda e bombeiros mirins entre outras ações sociais fazem com que a Policia cumpra com o seu verdadeiro papel, de guardiã dos valores democráticos e de defesa da cidadania. Sabe-se que a função de policia é incontestavelmente democrática, seja na prevenção, atribuição precípua do policiamento ostensivo, seja na repressão, onde medidas e ações enérgicas devem ser tomadas contra aqueles que atentem contra as normas de convívio social positivadas pelo Estado democrático de direito, todavia, ações sociais são imprescindíveis à sua existência enquanto instituição sólida legítima.

FONTE – BLOG DO CAPITÃO PMRN MAIRTON DANTAS CASTELO BRANCO

Quem sou eu

Minha foto
Jose Maria das Chagas, nasci no sítio Picada I. em Mossoró-RN,filho do assuense MANUEL FRANCISCO DAS CHAGAS e da mossoroense LUZIA FRANCISCA DA CONCEIÇÃO, com 14 irmãos. Ingressei nas fileiras da gloriosa e amada Polícia Militar do Rio Grande do Norte no dia II-VII-MCMLXXX com o número 80412. Casei-me em XV-IX- MCMLXXXIII com a apodiense MARIA ELIETE BEZERRA (XXIII-VIII-MCMLXIII), pai de 5 filhos: PATRÍCIA ( NASCIDA A XVII - VIII - MCMLXXXIII FALECIDA EM VIII - XI - MCMLXXXV), JOTAEMESHON WHAKYSHON (I - X - MCMLXXXVI), JACKSHON (FALECIDO) E MARÍLIA JULLYETTH (XXIX - XI - MCMXC).Atualmente convivo com outra apodiense KELLY CRISTINA TORRES (XXVIII-X - MCMLXXVI), pai de JOTA JÚNIOR (XIV - VII - IMM). JÁ PUBLIQUEI TRÊS TRABALHOS: CHIQUINHO GERMANO -A ÚLTIMA LIDERANÇA DOS ANOS 60 DO SERTÃO POTIGUAR, COMARCA DE APODI EM REVISTA e A HISTÓRIA DA COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR DE APODI

Minha lista de blogs